Digníssimo João Maria de Sousa
Procurador-Geral da República

A Friends of Angola deplora o uso de evidências parcias da Procuradoria-Geral da República de Angola apresentadas no julgamento dos 17 activistas.

O Princípio da Presunção de Inocência, previsto na nossa Constituição, exige que o acusado tenha o legítimo direito de apresentar provas contrárias às acusações que lhe recaem!

Em nome da integridade moral,cívica e espiritual dos cidadãos, a Friends of Angola vem por este meio solicitar ao Exmo. Procurador-Geral da República que se digne respeitar o referente princípio acima mencionado.

Com a mais elevada consideração, subscrevo-me, em nome da Friends of Angola,

Florindo Chivucute

CategoryFoA

© 2020 - Friends of Angola

All Rights Reserved to  friendsofangola.kasaiconnect.com