Fonte: Simão Hossi|Radio Angola

A Associação Angolana de Ciências Políticas (AACP) promove hoje, dia 27, e amanhã a conferência internacional sobre autarquias locais, um debate que conta com prelectores vindos de Moçambique, Cabo Verde, Portugal, Brasil, para além de participantes do país anfitrião, com o propósito de troca de experiências sobre a implementação das autarquias locais.

Numa altura em que está previsto o início da implementação das autarquias em 2020, vários são os autores da sociedade civil que se têm debruçado e trocando experiências com realidades onde já foi efectivado o poder local.

Thomas Keller, representante da KONRAD – ADENAUER, proveniente da Namíbia e que responde por Angola, na ausência de uma representação no país, também interveio na conferência.

Para além dos participantes residentes na capital, estiveram também representantes de outras províncias do país.

Temas como “O quadro constitucional e legal das autarquias e poder local”, “A governação municipal e os desafios da prestação de serviços em Moçambique. Num olhar dos municípios de Maputo, Beira e Moatize”, que foi encarregue pela pesquisadora Fátima Mimbire do Centro de Integridade Pública (CIP) e o “Construir de pontes de convergências – Autarquias à lupa das ciências sociais”.

Os especialistas de Angola, Moçambique, Cabo Verde, Portugal e Brasil procuraram trazer elementos que vão ajudar aos angolanos a encontrar a melhor experiência que se adequa para a sua realidade, olhando para o que se defende a nível do governo, a implementação das autarquias de forma faseada, a forma gradual, assunto que distancia a oposição do governo visto que este por sua vez entende que ela pode ser feita à semelhança das eleições gerais, isto é, em todo o território nacional.

Marcaram presença no local políticos e deputados dos partidos com assento à Assembleia Nacional, para além dos estudantes de ciências políticas da universidade Agostinho Neto e não só.

A AACP existe desde 2014 e foi fundado por alunos, professores e pesquisadores enquadrados na universidade Agostinho Neto.

© 2018 - Friends of Angola

All Rights Reserved to  friendsofangola.org