A Friend of Angola, acompanha com preocupação, os actos de intolerância política ocorridos no Monte Belo, província de Benguela. Intolerância consubstanciada na queima de residência, pilhagem e agressão física aos militantes da UNITA.
À estes actos de intolerância política no Monte Belo, somam-se outros na Kapupa (Benguela), na Província da Lunda Sul e Huambo. Neste três últimos casos, responsáveis partidários opostos ao da situação, foram ameaçados na sua integridade física.

É outrossim, preocupante quando as autoridades locais e provinciais da administração do Estado, apoiam e protegem os protagonistas destes actos criminosos. A situação torna-se mais grave ainda, pelo facto da Polícia Nacional ter participado nestas actividades como protetores e coparticipantes, segundo as vítimas.

Estes actos criminosos, promovidos pelo partido no poder, constituem tripla negação e violação: violação da Constituição da República de Angola, violação do Pacto Internacional sobre os Direitos Civis e Políticos (ratificado por Angola) e finalmente, representa a negação da ética política mínima.

Mesmo não acreditando que se fará justiça, diante destes acontecimentos, a FoA recomenda que se faça justiça. Tal deverá começar com a abertura de investigação por parte da PGR, uma vez que estamos perante indícios de crimes públicos. Para os quais, a lei obriga o Ministério Pública a actuar.

Washington, 25 de Setembro de 20017

O Director Executivo
_______________________________

Florindo Chivucute

© 2017 - Friends of Angola

All Rights Reserved to  friendsofangola.org